Será que qualquer pessoa pode ser Hipnotizada?

Alguns hipnotistas inexperientes costumam dizer que nem todas as pessoas são hipnotizadas. Entendendo como a hipnose funciona, você descobrirá que não é bem assim, qualquer pessoa pode ser hipnotizada!

Assista ao vídeo e entenda melhor como a hipnose funciona.

Qualquer pessoa pode ser hipnotizada?

Como você pode explicar no Pre-Talk, a hipnose é um momento de muita concentração, semelhante à meditação ou outros momentos de extrema concentração que qualquer ser humano pode experienciar.

E por varias vezes o transe pode acontecer de forma despercebida, por exemplo, quando você percorre um caminho que já conhece, provavelmente não vai observar todo o trajeto, seu cérebro “desliga” pois você já está acostumado a passar diariamente por aquele caminho.

Por se tratar de uma faculdade cognitiva, todas as pessoas que tiverem com pleno funcionamento de suas capacidades cognitivas podem ser hipnotizadas.

“Como a hipnose e seus fenômenos fazem parte do nosso dia-a-dia, podemos afirmar que todos podem ser hipnotizados”. (SOFIA BAUER, 2018)

A diferença é que algumas pessoas têm mais facilidade para se concentrar do que outras. Essa facilidade também pode ser potencializada por fatores externos, como um contexto de show ou uma palestra de hipnose.

Mesmo em um contexto favorável, pessoas podem não ser hipnotizadas e isso não significa que elas não são hipnotizáveis. Inclusive, pessoas com transtornos mais complexos, como esquizofrenia, não deixam de ser hipnotizáveis, apenas se torna um processo mais difícil que, muitas vezes, é melhor utilizar outras ferramentas terapêuticas.

Aumente sua expertise em hipnose com essas dicas

Considerando que todas as pessoas são hipnotizáveis, como você pode facilitar que o estado de hipnose funcione nelas?

LEIA TAMBÉM:  O Que é e Como Funciona a Hipnose?

Cada pessoa é única, como uma fechadura, e os métodos para hipnotizar serão as chaves.

O que costuma acontecer é o hipnotista aprender uma técnica que aparenta ser uma “chave-mestra”, que costuma funcionar com várias fechaduras, porém, quando não funciona com uma pessoa, é como se ele dissesse que a fechadura está quebrada, já que a chave funcionou em outras pessoas.

“Não existem duas pessoas que percebam ou reajam de uma mesma forma à praia, não existem duas pessoas que percebam ou reajam da mesma forma a uma pintura”. (Heller & Steele, 2012)

Um hipnotista experiente sabe selecionar a chave específica da pessoa para poder hipnotiza-la, sem trata-la como mais uma de tantas pessoas e respeitando sua individualidade única.

Por exemplo, contar uma história em que a pessoa se conecte emocionalmente, a amígdala é ativada, o sistema límbico começa a trabalhar melhor e, por consequência, o lado racional tende a diminuir de atividade – facilitando a sugestão.

A chave para Hipnotizar qualquer pessoa

Existem pessoas que não respondem bem a convincers – como as mãos coladas e os dedos magnéticos – mas isso não significa que ela não aceite outras sugestões, inclusive de alucinação. Assim como algumas pessoas não alucinam, porém aceitam sugestões de amnésia ou colam as mãos.

Em uma apresentação de hipnose, com diversas pessoas assistindo, é evidente que tentar encontrar a chave específica de cada fechadura seria inviável por uma questão de tempo. Por isso, nesses casos, a utilidade das técnicas “chave-mestra” é bem-vinda.

Em um caso de hipnose individual, a dica mais importante que você pode compreender é esta: pergunte! Evite a vaidade do conhecimento, por mais que você entenda muito bem de hipnose, talvez você não entenda muito bem a pessoa.

LEIA TAMBÉM:  Aprenda um Truque de Hipnose Passo a Passo

As mãos não colaram? Pergunte:

  • Por que você acha que as mãos não colaram?
  • O que você acha que faria essas mãos ficarem ainda mais coladas.

A partir da experiência da pessoa, você pode adaptar as suas sugestões

Não se esqueça de seguir o Ton Lucas nas redes sociais para mais dicas de como se tornar um hipnotista distinguível e recomendado!

Clique aqui e vá para as redes sociais.


Redator: Iuri Sivinski @iurisivinski

REFERÊNCIAS

Sofia Bauer, 2018. Manual de Hipnoterapia Ericksoniana

Steven Heller e Terry Lee Steele, 2012. Hipnose não existe? Monstros e varinhas de condão.

Sobre o Autor

Ton Lucas
Ton Lucas

Já ajudei centenas de pessoas em todo o Brasil através da Hipnose. Após várias formações nacionais e internacionais, atuei por anos em Consultórios Odontológicos, como hipnoterapeuta e hipnólogo, realizando trabalho de hipnodontia. Atualmente é Psicólogo, Palestrante, Professor de hipnose e realizo atendimentos particulares de hipnoterapia com pessoas que buscam, na Hipnose Clínica e Terapêutica uma excelência na qualidade de vida.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *